Castração em cães e gatos
Castração em cães e gatos

A castração dos cães e gatos é um procedimento cirúrgico seguro. Apesar de pouca complexidade, ainda requer muito cuidado tanto no pré quanto no pós operatório. Nesse post vamos dizer tudo que você precisa saber para garantir o bem-estar do seu pet.

Como é feita a castração?

Nos machos, a cirurgia consiste em retirar os testículos. Já nas fêmeas, é um pouco mais complicado, pois consiste em fazer uma incisão (pequeno corte) próximo ao umbigo, e depois é feita a retirada dos ovários e útero. Após esse procedimento, o animal será suturado (dar pontos) para fechamento.

Cuidados pré-castração

Antes da cirurgia, seu pet precisará passar por vários exames (cardiológico, pressão arterial e exame de sangue). Esses cuidados são necessários para garantir que seu animalzinho está apto à cirurgia. Então, o dono será orientado a manter seu pet sem se hidratar por no mínimo 6 horas e em jejum por no mínimo 12 horas antes do procedimento cirúrgico. Tudo isso garante a segurança do seu pet durante a cirurgia.

Cuidados pós-castração

Assim que a cirurgia é finalizada, seu pet ficará em observação pelo veterinário até voltar da anestesia. Depois desse período, seu animalzinho será liberado para voltar para casa , onde você poderá dar os cuidados necessários que ele precisa logo após ser castrado.

Como foi feita uma incisão, seu pet sentirá dor por algum tempo, antes de se recuperar totalmente.

O veterinário irá recomendar um analgésico para ser usado em horários específicos, e deve ser seguido até o fim do tempo prescrito.

Certifique-se de deixar seu pet descansando em uma caminha bem confortável, com fácil acesso a água e comida, para que ele não precise fazer muito esforço.

O curativo deverá ser substituído diariamente, seguindo as orientações do veterinário e fazendo a utilização correta do produto indicado por ele para fazer a limpeza.

Em alguns casos, o curativo terá que ser refeito com gaze e microporo. Normalmente isso não é necessário, e só a limpeza já é o suficiente.

O recomendando é utilizar um colar elizabetano, pelo menos durante o tempo que estiver se recuperando. A maioria dos animais não gosta da peça, mas o uso é para o bem dele, para evitar que ele lamba ou tire os pontos.

Com quantos anos o animal deve ser castrado?

O mais recomendável é castrar antes do primeiro cio para, assim, evitar problemas futuros. Isso não quer dizer que a castração após esse período seja contra-indicada.

A castração previne doenças?

A castração em animais jovens diminui consideravelmente o risco de a cadela ou gata desenvolver tumores de mama, gravidez psicológica, previne também doenças como cistos ovarianos nas fêmeas, aumento da próstata em machos, além de excluir completamente a possibilidade de infecção no útero em fêmeas.

Quais medicamentos e produtos são utilizados durante o período de castração?

Alguns dos medicamentos que você irá utilizar para ajudar seu animalzinho:

É muito importante manter seu animal tranquilo. É normal que aconteçam alguns vômitos, pois o corpo estará desconfortável por causa do procedimento.

Sobre as alegações de câncer

É comum ouvir dizer que cadelas que não cruzam, desenvolvem câncer. Vale ressaltar que essa afirmação é um mito, e não deve ser levada a sério.

A castração previne que seu animal desenvolva certas doenças, como mencionado acima.

Na verdade, o que está relacionado ao aparecimento de câncer, principalmente nas mamas, é a ação hormonal, por isso a importância da castração.

Cães e gatos costumam se recuperar rapidamente após a castração. Lembre-se de seguir à risca todas as recomendações do veterinário, e mantenha seu animal sempre em um local confortável, pois ele estará incômodo por um certo período até se recuperar.

Em pouco tempo seu pet estará totalmente recuperado, reduzirá as chances de desenvolver alguns tipos de câncer e eliminará as chances de gravidez indesejada.

Comentários Fechados.