Otite canina, tipos, tratamentos e prevenção

A Otite Canina é uma infecção do conduto auditivo dos cães, que pode ser causada por diversos fatores, como infecções por bactérias, fungos, ácaros, presença de pólipos no conduto auditivo, alergias, etc. Um dos principais sintomas da otite é a inflamação do conduto, que faz com que os cães cocem em excesso suas orelhas, podendo criar feridas graves. Além da coceira, cachorros com otite tendem a balançar a cabeça, sentem dor na região da orelha, podem apresentar secreção aparente com odor desagradável. Casos graves que não são tratados corretamente ou a tempo, podem evoluir para um comprometimento do sistema neurológico do pet, levando a perda da audição de maneira permanente.

A otite canina pode atingir o ouvido interno, médio e externo dos cães. Normalmente, as raças de cães com orelhas grandes e caídas, como Cocker Spaniel e Beagles, são mais propensas a apresentarem este problema pois há menor circulação de ar dentro do ouvido, e normalmente as orelhas entram em contato mais facilmente com o chão, se contaminando. Mas todos os cães podem apresentar a doença.

Por se tratar de uma doença causada principalmente por fungos e bactérias, a otite canina pode ser contagiosa.

O que causa a otite canina?

A otite canina pode ter diversas causas diferentes, sendo a mais comum a proliferação de fungos, parasitas e bactérias (muitos deles normalmente já presentes nos cães), causando inflamação, odor desagradável e forte coceira. A principal bactéria é Staphylococcus sp. e o principal fungo causador da otite canina é Malassezia sp.

Como saber se seu cão esta com otite canina?

A melhor maneira de saber se um cachorro tem otite, é se atentar aos sintomas que ele pode apresentar. Na grande maioria dos casos, esses sintomas são claros e aparecem rapidamente. Os sintomas que ocorrem com frequência e que podemos destacar são:

  • Coceira das orelhas: os cães coçam as orelhas com as patas e também podem esfregar a orelha nas paredes ou no chão;
  • A região da orelha do animal apresenta um cheiro forte e desagradável;
  • O pet começa a balançar a cabeça com força e com muita frequência;
  • É possível verificar um excesso de cera e secreção na região das orelhas;
  • Sinais de dor nos ouvidos (normalmente o cão fica com a cabeça inclinada).

 

Se você notar algum desses sintomas no seu cão, leve-o imediatamente a um médico veterinário. O veterinário provavelmente irá coletar uma amostra do cerúmen para fazer o exame de cultura e antibiograma, que diagnostica e identifica qual a bactéria que está atacando seu cachorro. A pesquisa de Malassezia e cultura fúngica também pode ser solicitada.

 

Qual o melhor remédio para otite canina?

Confira o vídeo abaixo explicando sobre os principais remédio.

Existem no mercado diversos medicamentos para o tratamento de otite. Mas para o tratamento ser efetivo, é muito importante saber o que está causando a otite no seu cão. Por essa razão, a primeira coisa a se fazer é levar o pet ao veterinário para que ele faça o diagnóstico e prescreva o tratamento ideal, que irá resolver o problema e acabar com o sofrimento do seu melhor amigo.

Normalmente, para tratar a otite, são prescritas soluções otológicas que contenham em sua formulação um antibiótico, um antifúngico e um anti-inflamatório juntos. Dessa forma, ataca-se os principais causadores deste problema de uma só vez. Abaixo estão os principais remédios para otite canina disponíveis no mercado:

  • O Easotic, da Virbac, é um dos melhores medicamentos para tratamento de otite crônica em cães, pois proporciona alívio rápido da dor. Com três princípios ativos no mesmo remédio (anti-inflamatório, antibiótico e antifúngico), é extremamente eficaz. Possui um bico de fácil aplicação com uma bomba que já aplica a quantidade correta de medicamento, de forma fácil e rápida, evitando o desperdício. Além disso, devido a sua fórmula, o tempo de tratamento é reduzido se comparado a outros medicamentos.
  • O Natalene, também da Virbac, possui em sua formulação o tratamento completo contra otite e também contra outras doenças, como a sarna. É indicado para cães, gatos e até cavalos. É o único que possui um aplicador de plástico bem fino, para facilitar a aplicação.
  • Auritop, da Ourofino, também é uma opção muito indicada para casos mais graves de otite, pois possui a lidocaína, que atua como anestésico e a ciprofloxacina, que é um antibiótico pouco usado, o que garante maior eficiência contra bactérias. O produto vem em frasco plástico e aplicador plástico rígido.
  • A Panolog, da Elanco, é uma pomada bem completa para cães e gatos, pois tem efeito anti-inflamatório, antipruriginoso, antifúngico e antibacteriano.
  • O Otoguard é um medicamento indicado para cães e gatos, sua embalagem é de plástico com bico aplicador flexível e fácil manuseio e aplicação. Tem efeito antimicrobiano, antifúngico, anti-Inflamatório e anestésico.
  • O gel otológico Aurigen é indicado apenas para cães e sua apresentação é em bisnaga metálica com aplicador plástico rígido. Eficaz no tratamento de otite aguda ou crônica, de etiologia bacteriana ou fúngica.
  • O Zelotril Oto é uma emulsão otológica da Agener União com ação antibacteriana, antimicótica e anti-inflamatória. Seu frasco é plástico e o aplicador é curto e acoplado ao frasco. Indicado para cães.
  • Suspensão otológica Posatex. Indicada no tratamento de otites externas agudas e nas exacerbações agudas de otite externa recorrente, causadas por bactérias e fungos. Pode ser utilizada apenas em cachorros.
  • Otodem Plus é uma solução otológica e dermatológica, com ação antibacteriana, antimicótica, anti-inflamatória e antiparasitária, ideal para o tratamento de infecções cutâneas a auriculares, supuradas ou pruriginosas de origem bacteriana, micótica e parasitária nos cães e gatos.
  • Otomax, sob a forma de pomada de suspensão, é uma preparação otológica segura e eficaz, indicada para o tratamento de otite externa aguda e crônica de cães, resultante de infecções por fungos e bactérias. Também apresenta potente ação anti-inflamatória.
  • Otosyn é uma solução otológica da Konig de ação bactericida, fungicida e anti-inflamatória para tratamento das otites externas de cães e gatos, diminuindo a dor e/ou prurido que podem acompanhar as otites.
  • Aurivet é uma suspensão oleosa otológica com ação antibiótica, antimicótica, anti-inflamatória e analgésica. Indicada para o tratamento das otites fúngicas e bacterianas de cães e gatos.

Sempre consulte um médico veterinário para um diagnóstico preciso da otite e prescrição do medicamento mais adequado.

Opções como Epiotic, Sanol Dog Limpa Orelhas, Phisio antiodor, Otiflex limpiador, Clean UpDermogen OtoAurivet Clean, OtopethyVetriderm otoLimpinho solução para limpeza de orelhasHigicare oto e Limp & Hidrat auxiliam na limpeza do conduto auditivo e prevenção de otites, podem ser usados regularmente, inclusive antes da aplicação dos medicamentos já descritos acima.

Embora alguns sites na internet mostrem opções de remédios caseiros para otite, eles normalmente são pouco efetivos e podem gerar outros problemas ao seu cão, por isso não são indicados.

Lembre-se: remédio humano não deve ser utilizado para tratamento de otite canina.

Tabela Comparativa de Remédios pra Otite

Principais Antibióticos para Tratamento de Otite Canina

Cada um dos remédios descritos acima pode utilizar diferentes antibióticos em sua composição como princípio ativo. Abaixo estão os principais antibióticos presentes em cada remédio:

  • O antibiótico mais utilizado é a Gentamicina; ela está presente em 4 dos 10 medicamentos comparados (Aurigen, Aurivet, Easotic e Otomax). Possui ação rápida e é indicada nas infecções agudas sérias causadas por bactérias gram-negativas. Utilizada topicamente em infecções de ouvido e pele.
  • A Neomicina aparece em 2 medicamentos (Panolog e Natalene); é indicada nas infecções de curto prazo causadas por bactérias gram-negativas. A utilização deste antibiótico deve ser sempre em tratamentos de curto prazo, já que em tratamentos longos pode haver ruptura da membrana timpânica.
  • A Orbifloxacina é um antibiótico de uso restrito veterinário presente apenas no Posadex dentre os comparados, ele pertence a família das Fluorquinolonas.
  • A Ciprofloxacina presente no Auritop tem atividade similar a Enrofloxacina, porém não podem ser consideradas equivalentes já que a farmacocinética é diferente. Sua ação antimicrobiana atua sobre bactérias gram-negativas e positivas.
  • A Tobramicina é também um antibiótico de uso tópico mais utilizado em ouvidos e olhos, possui ação em bactérias gram-negativas. Seus usos em medicamentos otológicos normalmente são para tratamentos de curto prazo, porém tem baixo risco de toxicidade.
  • O Tiostrepton é um antibiótico oligopeptídeo cíclico natural da classe do peptídeo sintetizado ribosomalmente e modificado pós-traducialmente, ele tem atuação em bactérias gram-negativas e positivas e seu uso na veterinária é quase todo em forma de pomadas associadas à neomicina e esteroides tópicos.
  • A Enrofloxacina tem ação contra bactérias gram-negativas e algumas positivas. Deve-se tomar cuidado no uso de Enrofloxacina em animais jovens, pois pode causar lesões nas cartilagens.
  • A Sulfadiazina de prata pertence ao grupo das sulfas, ela possui amplo espectro de ação e em doses terapêuticas tem ação apenas bacteriostática, em doses elevadas terá ação bactericida em bactérias gram-positivas e algumas gram-negativas.

A escolha do antibiótico dependerá do resultado do exame feito em seu animal (cultura e antibiograma) e da indicação do seu médico veterinário.

Principais Antifúngicos para Tratamento de Otite Canina

Tratando agora dos antifúngicos, temos três principio ativo que empatam no seu uso, sendo eles Cetoconazol, Miconazol e Clotrimazol.

O Cetoconazol é utilizado no Otoguard e Auritop. Essa é a droga mais indicada para o tratamento de Malassezia, pois pode-se associar o uso tópico e oral para aumentar a eficácia do tratamento.

O Miconazol é utilizado tanto pelo Easotic quanto pelo Aurigen como fungicida. Sua ação inibe a biossíntese principalmente do ergosterol causando alteração da membrana celular alterando os constituintes celulares essenciais ao fungo, a Nistatina também tem ação similar e é encontrada no Panolog.

O Clotrimazol foi o principio escolhido pela Vetnil (Aurivet) e Msd (Otomax). Uma das suas indicações é para tratamento de otites fúngicas em animais com peles sensíveis, pois há pouca absorção pela pele. Também é a opção mais indicada para animais prenhes ou lactantes, já que não existem indícios de riscos a esses animais.

A Schering-Plough é a única a usar o Posaconazol em seu medicamento (Posatex). Ele é mais utilizado em infecções invasivas, ele é um antifúngico triazólico.

O Natalene usa a pimaricina que também é chamada de Natamicina; esse agente antifúngico é natural e proveniente da fermentação da bactéria Streptomyces natalensis.

Principais Anti-inflamatórios para Tratamento de Otite Canina

Todos os medicamentos comparados usam algum tipo de anti-inflamatório, pois a maioria das otites são provenientes de dermatites ou os micro-organismos externos geram lesões que causarão as otites.

Novamente o Aurigen, Aurivet e Otomax usam o mesmo principio ativo para controlar as inflamações; usam a Betamesona que é um corticoide de uso amplamente na veterinária.

A Dexametasona é usada no Otoguard e Natalene, é um corticoide capaz de bloquear desde os processos mais precoces da inflamação até as mais tardias.

Acetato de hidrocortisona e Succinato sódico de hidrocortisona são os dois princípios ativos presentes no Zelotril Oto, são potentes anti-inflamatórios esteroidais sintéticos. Ajudam a diminuir a coceira e vermelhidão rapidamente.

Aceponato de hidrocortisona é outra forma de esteroides usado na formulação de cremes e pomadas de uso tópico (Easotic), ele possui ação vasoconstritora que ajuda a diminuir as secreções da pele (exsudato), a diesterificação do aceponato de hidrocortisona incrementa a capacidade de penetração na pele.

Furoato de mometasona é um corticoesteróide de alta potencia exsudativa anti-inflamatória usado no Posatex.

Acetonido de Fluocinolona é um derivado sintético da hidrocortisona. Esse principio ativo é utilizado no Auritop.

Acetonida de triancinolona usada no Otoguard é um corticoesteroide com ação anti-inflamatória, antipruriginosa e antialérgica.

O único dos medicamentos com ação acaricida é o Natalene, na sua formulação é usado o Diazinon. O acaricida é um inseticida organofosforado produzido artificialmente, para controle de insetos.

Apenas três dos dez medicamentos comparados possuem anestésicos locais para alivio de dor de animais com otite. Sendo a Lidocaína no Otoguard e Auritop e Benzocaina no Aurivet.

Quanto tempo demora para curar a otite canina?

O tempo do tratamento dependerá de diversos fatores. O grau da otite, quais são as bactérias e fungos que estão atacando seu cão, o medicamento que será utilizado, entre outros fatores. Mas de um modo geral de 1 a 3 semanas é o tempo de tratamento da otite canina.

Em relação ao tempo de tratamento/medicamento:

  • 5 dias utilizando o Panolog e Easotic
  • 7 dias utilizando Natalene (Infecção bacteriana), Otomax, Auritop, Otoguard, Posatex, Aurigen e Aurivet
  • 14 dias utilizando Natalene (infecção fúngica) e Zelotril Oto

Frequência de aplicação em horas nos condutos auditivos:

  • a cada 24 horas – Panolog, Easotic, Posatex
  • a cada 12 horas – Zelotril Oto, Natalene. Otomax, Auritop, Otoguard, Aurigen e Aurivet

Como prevenir e evitar a otite canina?

Sem dúvidas a prevenção é sempre o melhor remédio! São diversas razões que podem causar a otite, então não há uma única maneira de prevenção. Os principais cuidados que você deve ter são:

  • Evitar a entrada de água no canal auditivo do cão durante os banhos ou qualquer atividade na água. Você pode utilizar algodão hidrofóbico para proteger os ouvidos;
  • Limpeza constante da orelha do cão, principalmente se for de alguma raça com orelha caída. Mas atenção: a limpeza excessiva das orelhas pode retirar as defesas naturais. Consulte seu veterinário;
  • Leve sempre em petshops confiáveis para banho.

De um modo geral, a otite é uma doença comum em cães, e não é considerada muito grave. Porém você deve sempre estar atento, prevenir e tratar logo que os primeiros sintomas aparecerem. Em caso de dúvidas consulte um médico veterinário.

No nosso canal do YouTube, o Dr. Felipe fala sobre otite canina e os principais medicamentos utilizados para o tratamento. Assista:

O Dr. Felipe também explica o mecanismo de ação e a forma de utilização de produtos que podem ser utilizados em cães e também em gatos:

Nos siga em nossas redes sociais: estamos no YouTube (Emporio das Patas), no Instagram (@emporiodaspatas) e no Facebook (Emporio das Patas).

Comments are closed.